Resenha: A Culpa é das Estrelas.




Olá meninas, mais uma vez me desculpem pelo sumiço, comecei a fazer curso de fotografia essa semana, ai tive que parar e vou voltar somente em setembro ):

Bom, como eu havia prometido ainda nas férias, trouxe para hoje um post sobre o livro que eu comprei e adorei mesmo! A Culpa é das Estrelas! Sério gente, é muito lindo de verdade, vale muito muito a pena adquiri-lo. E já vou confessando que eu chorei horrores <33 Adoro quando um filme ou livro consegue arrancar lágrimas minhas, isso mostra o quanto ele é bom, ou, o quanto sou boba.


Para começar, o livro conta a história de três pessoas diferentes mas que possuem algo em comum, o câncer.

A história é narrada pela Hazel, uma paciente que está em estado terminal, mas que não se deixa abater e vive uma belo romance, assim que conhece, durante o grupo de apoio onde frequentam apenas pessoas que tem a mesma doença que ela, o garoto chamado Gus.

Este menino conta sua vida para Hazel, onde explica que era um grande jogador de basquete, mas que acabou tendo câncer em uma das  pernas, e teve que amputá-la. Mas isso não lhe impedia de fazer outras atividades, namorar, curtir etc.

Gus, é amigo do Isaac, um garoto que infelizmente tem câncer nos olhos e acaba ficando cego. Logo em seguida a tal namorada que dizia amá-lo eternamente termina com o garoto sem dar mais explicações. No começo ele sofre bastante, primeiro porque não consegue enxergar, e depois, porque não tem mais namorada. Mas, graças aos seus amigos, Hazel e Gus, os três se divertem muito e aprontam demais.

Voltando para Hazel e Gus, ao longo da história  eles se tornam grandes amigos e também namorados, chegam até a viajar para Holanda com a mãe de Hazel, para conhecer o escritor favorito da menina e que se tornou também o favorito de Gus. Porém, quando eles voltam de viajem, ela leva um grande susto, pois descobre que o câncer do garoto tinha voltado, deixando-o muito fraco.

Ele ficou internado alguns dias no hospital, e depois quando saiu teve que usar cadeira de rodas. Mas, mesmo assim, Hazel não saiu um minuto sequer do lado dele, sempre apoiando-o, e claro, nunca deixando de ama-lo.

O livro continua, com a narração da menina sobre como os seguintes dias foram difíceis, já que o Gus não tinha força para levantar da cama, e seus pais estavam muito preocupados com sua saúde.

Depois de sair no meio da madrugada para comprar cigarros e passar muito mal, o garoto liga imediatamente para Hazel e faz com que ela vá ao seu encontro no meio da noite. Desesperada e sem saber o que fazer, ela pega o carro dos pais e sai apressada.

Chegando no posto, ela se depara com uma cena lamentável, em que o menino está muito fraco e não aguenta comer e deixar a comida no estômago, vindo então a vomitar.

Depois de algum tempo, ele acaba morrendo, deixando muitas lembranças boas no coração de Hazel, que fica muito triste, pois perdeu seu grande amor.

Enfim, a história é ma-ra-vi-lho-sa!! Vale muito a pena ler. Tenho certeza de que vocês, assim como eu, também vão se emocionar.


Beijos, Jéssica Barbosa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário